Nossa Proposta
Conheça tudo sobre o MeuOrganizado

Apresentação


Olá, sejam muito bem-vindos ao MEUORGANIZADO, uma solução definitiva no planejamento e organização dos estudos. Como você está lendo essa página provavelmente está procurando um auxílio em como organizar a sua rotina de estudos para provas e/ou concursos públicos. Você está no lugar certo, estamos aqui para isso.

Estudamos as principais teorias envolvendo organização e planejamento em geral e também planejamento de estudos e, com base nelas, criamos um software que permitisse ao usuário planejar, executar e mensurar a sua evolução nos estudos de forma simples e bastante eficaz.

Modernamente quase todas as grandes organizações, ao gerirem os seus projetos, dispõem de ferramentas que, visualmente, demonstram onde estão os erros e acertos do planejamento e auxiliam na tomada de decisão.

O nosso objetivo foi criar um software voltado aos estudos que fizesse o mesmo já que a dedicação a ser aprovado em determinada prova ou exame certamente é um projeto, mais especificamente um projeto de vida.

Assim, ao elaboramos esse texto sobre o funcionamento do programa o fizemos em uma linguagem simples e envolvente com exemplos práticos sobre organização nos estudos. Não nos limitamos a somente apresentar a ferramenta, mas também nos preocupamos em explicar vários conceitos dela para te auxiliar na tarefa de organização dos estudos.

Certamente você já deve ter lido como se preparar para provas e concursos mas, por vezes, a falta de um exemplo prático, imediatamente após o conceito explicado, prejudica a absorção do que fora falado. Aqui você não terá esse problema já que criamos uma ferramenta para isso.

1. O que é o MeuOrganizado?


A primeira pergunta que deve ser esclarecida certamente é essa. Pois bem, o MeuOrganizado é um aplicativo web que visa a franquear aos seus usuários a possibilidade de gerenciar os estudos de forma fácil, rápida e eficaz de acordo com as melhores técnicas de gestão de projetos existentes.

Ele foi idealizado para ser uma single-page application (SPA) ou aplicativo de página única. Isso significa que em uma única tela você terá acesso a todas as ferramentas disponíveis no programa sem navegações desnecessárias pelo software o que te dará uma visão do todo em relação ao seu planejamento.

Com efeito, não é admissível que você tenha que consultar seu calendário em uma tela e a sua lista de compromissos em outra para saber qual o próximo passo a ser dado já que isso dificulta muito a navegação pelo programa e a própria organização nos estudos.

Então a primeira característica que você perceberá na ferramenta é que em uma única tela você faz tudo. Para tornar isso possível foi imprescindível criar uma barra lateral contendo o seu edital de apoio. Veja na prática como isso funciona no programa:

Vídeo 1 - Apresentando o app web MeuOrganizado.

Viu? Em uma única tela você teve acesso à sua lista de compromissos (Edital Organizado) e aos quatro menus do programa (Gerenciador, Dashboard, Calendário e Meu Estudo Diário).

Falando nisso, agora que você conhece um pouco a nossa ferramenta, vamos avançar e te explicar rapidamente os 04 menus existentes no programa (mais a frente explicaremos detalhadamente). Antes cabe uma indagação: vocês sabiam que a ciência que mais se preocupa com planejamento e organização é a administração?

Planejamento, organização, direção e controle, metas estratégicas, resultados pretendidos, indicadores de desempenho, entre outras, são terminologias comuns nessa ciência e isso não poderia ficar de fora de um app que tem a pretensão de ser o mais completo existente quando o assunto é planejamento e organização dos estudos.

"O MeuOrganizado é um aplicativo que visa a franquear aos seus usuários a possibilidade de gerenciar os estudos de forma fácil, rápida e eficaz de acordo com as melhores técnicas de gestão de projetos existentes."

Inspirados em teorias administrativas criamos os menus do app para formarem o chamado CICLO PDCA – Plan Do Check Act.

Ao utilizar a ferramenta você perceberá que os menus do app foram previstos para formar exatamente esse ciclo. Calendário e Gerenciador são o Planejar, o Meu Estudo Diário é o fazer, Dashboard é o checar e pelo fato de todos estarem interligados é possível adotar posturas corretivas nos estudos, ou seja, agir.

Portanto, fica fácil de entender o conceito do MeuOrganizado. Quando falamos que ele é um aplicativo que visa a franquear aos seus usuários a possibilidade de gerenciar os estudos de forma fácil, rápida e eficaz estamos nos referindo justamente a essa característica de ele ser um app de tela única que dispensa navegações desnecessárias pelo sistema.

De outro giro, quando ressaltamos que o programa foi feito de acordo com as melhores técnicas de gestão de projetos existentes estamos nos referindo a diversos conceitos administrativos que incorporamos à ferramenta, sendo que até o momento você já conheceu o PDCA.

O fato é que, não importa qual seja o seu perfil, você perceberá que, naturalmente, terá um controle total dos seus estudos pelo simples fato de usar o Meu Organizado e esse era o nosso objetivo.

PDCA é um método de gestão utilizado para o controle e melhoria contínua de processos e atividades, padronizando informações e minorando erros na tomada de decisões.

Em síntese significa estabelecer os objetivos e processos necessários para alcançar os resultados esperados (planejar) implementar o plano e coletar dados para mapeamento e análise (fazer) analisar o resultado coletado e compará-lo em relação ao que fora projetado (checar) e adotar posturas corretivas sobre as diferenças significativas entre planejado e alcançado (agir).

2. O que são os Editais Organizados?


O Edital Organizado é um serviço que consiste na:

1) análise de um edital identificando-se os grupos e disciplinas existentes;

2) organização do edital através da separação e agrupamento de conteúdos para formarem os assuntos de uma determinada disciplina;

3) seleção de hábitos de estudos necessários/úteis para aquele certame.

Os editais organizados são feitos com muito zelo pela nossa equipe. Assim, se você não quiser cadastrar as disciplinas e assuntos que precisa estudar ou se tem dificuldade para fazer isso ou ainda se, antes de começar a cadastrar o seu próprio edital, quiser testar a ferramenta para verificar se ela lhe será útil, basta incorporar algum dos editais da loja para sua conta e começar a usar o programa.

Veja que o edital organizado não é um edital verticalizado, que são utilizados para controle de conteúdo.

Os editais verticalizados ajudam no controle de conteúdo, fragmentando os assuntos em tópicos.

Por exemplo, Poderes administrativos pode ser separado em: Poderes da Administração Pública; Hierarquia: poder hierárquico e suas manifestações; Poder disciplinar; Poder de polícia; Polícia judiciária e polícia administrativa; etc.

Em nossa plataforma você não vai agendar cada fragmento de um assunto no calendário, você vai agendar o assunto “PODERES ADMINISTRATIVOS”, o assunto “LICITAÇÕES”, etc.

3. O que é o Meu Edital?


Embora um dos objetivos de nossa organização seja a expansão da loja de editais organizados temos absoluta ciência de que não poderemos atender a todos os pedidos de elaboração de editais, sendo que não queremos que alguém não possa usar o software tão somente pelo fato de não existir um edital organizado de seu interesse o que fatalmente aconteceria se o uso do programa dependesse exclusivamente da loja de editais organizados.

Assim, o Meu Edital surge para permitir que o usuário elabore o próprio edital organizado.

Cumpre destacar que você não precisa cadastrar todas as disciplinas e assuntos para usar o programa, você pode fazer isso progressivamente, entretanto, na medida do possível, seria bom que você cadastrasse tudo – ou ao menos os assuntos das disciplinas que já está estudando – pois isso te daria uma amplitude do desafio a ser vencido.

1) Fragmentar os assuntos é bom, mas não demais. Separar Processo Administrativo de Atos Administrativos é normal, entretanto separar as várias modalidades de licitação (concorrência, tomada de preço, carta convite, pregão), cada qual formando um assunto não. Quando for montar o próprio edital pense em um título para cada assunto que isso vai ajudar na elaboração;

2) Caso você vá cadastrar seu edital de acordo com sua fonte de estudo (uma boa prática), se for uma aula (em PDF, vídeo, etc), repare que às vezes, em uma aula, conclui-se um assunto e inicia-se outro. Avalie se não preferirá separar esses assuntos porque isso pode facilitar na hora de referenciar as questões, revisão e leitura de lei seca.

3) Faltou alguma disciplina na hora de montar o seu edital? Entre em contato consoco pelo Instagram, Facebook ou pelo e-mail sac@meuorganizado.com.br que cadastraremos para você.

4. Importar um edital organizado ou elaborar o próprio edital?


Os editais organizados possuem muitas vantagens, a principal é o fato de você receber o cadastramento das disciplinas e assuntos com uma análise da nossa equipe pronto para ser usado no app, entretanto, é importante que você saiba o seguinte:

Quando elaboramos os editais organizados a escolha dos assuntos é feita pela nossa equipe que não tem como prever qual será a sua fonte de estudo. Quando você monta o seu próprio edital, você pode organizá-lo do jeito que quiser, inclusive para ficar o mais parecido possível com o material que você está usando. Então, avalie isso.

Aliás, caso você seja muito apegado a ordem do material que está utilizando, montar o próprio edital é uma boa opção.

5. Os dois pilares do programa – Conteúdo Programático e Hábitos


Muito bem, agora que vocês sabem o conceito do app MeuOrganizado, sabem o que são os Editais Organizados e o Meu Edital, vamos conhecer dois conceitos fundamentais do Programa que são o Conteúdo Programático e os Hábitos de Estudo.

O conteúdo programático contém as disciplinas e assuntos do seu plano de estudos. Ele foi previsto para você avançar no edital, ou seja:

1) iniciar assuntos novos;

2) concluir assuntos iniciados;

3) iniciar assuntos novos.

Ocorre que se preparar para concursos públicos não é somente avançar no edital, mas também, concomitantemente, adotar comportamentos recorrentes, os quais classificamos no aplicativo como hábitos de estudo. São os famosos “fazer questões”, “revisar”, “ler a lei seca”, “simular a prova”, “ler informativos”, “ler súmulas” e “treinar redação”, quando for o caso.

O fato é que, em regra, quando você faz um você não faz o outro. Ou seja, quando você usa o seu tempo livre para fazer revisão, questões, simular a prova, etc., nesse tempo, você não verá tópicos novos do edital e isso não deve lhe causar preocupação.

Como os editais de concurso são longos alguns concursandos, principalmente os iniciantes, têm uma tendência a dedicar quase todo o tempo disponível de estudo para somente avançar no edital – deixando as atividades classificadas como hábitos de lado –, o que certamente não é boa prática de estudo.

Então o MeuOrganizado foi estruturado para incentivá-los a avançar no edital e não se esquecer de fazer as atividades classificadas como hábitos. Vamos conhecer detalhadamente então essa estrutura.

5.1. Estrutura do Conteúdo Programático – Os períodos de estudo


Quando você segue um edital organizado da loja ou monta o próprio edital no programa você possui uma lista de disciplinas e assuntos. Essa lista forma o conteúdo programático do seu edital, o qual pode ser visualizado no gerenciador ou na barra lateral que contém o edital de apoio.

Pois bem, sempre que você se prepara para provas e concursos públicos você reserva um ou mais horários do seu dia para estudar. Cada tempo que você se dedica a estudar é um evento de estudo. De uma maneira simples podemos dizer que um evento é um acontecimento ou um compromisso constante no calendário.

Assim, muitas pessoas, registram o tempo dedicado aos estudos para verificarem, ao término de uma semana, um mês, etc., como se saíram. Conforme estudam vários eventos vão sendo adicionados ao calendário para demonstrar para aquela pessoa o que está sendo feito.

Essa, aliás, é uma excelente prática, que pode trazer ótimos resultados, entretanto que deve ser corretamente classificada. Trata-se de uma prática que tem foco no processo e não foco no resultado.

O fato é que o registro do tempo de estudo dissociado de uma visão global do desempenho por vezes mascara como está a real evolução. Particularmente nós acreditamos que a grande dificuldade daqueles que estudam não reside, necessariamente, em montar uma estratégia semanal de estudo, mas sim em associar essa estratégia com um planejamento de longo prazo e ter a confiança de que o seu tempo de estudo está sendo bem distribuído.

Pensando nisso nós criamos um conceito muitíssimo importante em nossa plataforma que associa o tempo dedicado aos estudos ao avanço do conteúdo programático do edital auxiliando demais no planejamento que são os chamados períodos de estudo.

Sempre que um Edital Organizado é montado, seja por nossa equipe ou por você, a cada assunto é atribuído um 1 período de estudo todos com a situação não agendado (ou a agendar). Toda vez que for estudar você tirará o período associado ao assunto da situação de não agendado para agendado.

Vídeo 2 - Apresentando o conceito de períodos de estudos.

Ao término de seu estudo, quando você for salvar o tempo dedicado ao assunto, o período saíra da situação de agendado para estudei e uma pergunta questionando se você concluiu o assunto surgirá. Caso a resposta seja positiva nenhum período a mais será adicionado ao assunto e o ele será considerado visto pelo programa. Em caso negativo um novo período será adicionado ao assunto (novamente com a situação não agendado) para você dedicar mais um tempo àquele tópico.

Vídeo 3 - Mostrando a situação dos períodos.

Os períodos, além dessa função destacada, têm muitas outras funções, a saber:

a) Eles garantem flexibilidade ao planejamento: dedicou um tempo para um assunto, mas não o concluiu? Calma, adicione mais um período de estudo para ele. Concluiu o assunto? Então não adicione mais nenhum período àquele assunto;

b) Eles garantem que você navegue facilmente entre os eventos do mesmo assunto: assistiu a aula 1 até 01h27min50seg? Faça uma anotação na caixa de evento avisando isso. No próximo evento daquele assunto navegue entre os períodos e saiba onde parou.

c) Eles tem uma força motivadora fantástica: imagine a seguinte pergunta: usuário, você estudou 02h30min esse assunto, você o concluiu? Caros, nem todos os assuntos podem ser vistos em um único evento o que demandará mais períodos (alguns assuntos demandarão vários), entretanto, com a prática você conhece sua fonte de estudo (seu material) e pode prever quanto tempo ou quantos períodos necessitará para concluir um assunto. Então aproveite essa indagação ao término de cada estudo relacionado aos assuntos para se motivar a vê-lo no tempo adequado.

Você reparou como, dentro da nossa proposta, os períodos são importantes? Eles garantem que vocês estudem de uma forma “regressiva”, já que o sistema é fechado, e ao mesmo tempo de forma “adaptativa”, já que não há um limite de períodos por assunto.

Outrossim, os períodos têm um grande potencial de evitar a protelação nos estudos, isso mesmo, se você ficar enrolando para estudar você criará uma quantidade alta de períodos para o mesmo assunto sem necessidade. Então aproveite essa estrutura para se motivar.

Agora que você já sabe de tudo isso nós temos mais duas informações importantes sobre os períodos de estudo:

1) todo período de estudo tem uma duração associada por disciplina. Por padrão elas sempre virão com 02 horas para todas as disciplinas, mas você pode mudar facilmente no gerenciador. Veja abaixo como fazer:

Vídeo 4 - Alterando a duração dos períodos para uma determinada disciplina.

Ou seja, você gosta de estudar Português 01h30min e Direito Administrativo 03h00min. Mude livremente no programa. A duração que você marcar vai definir o horário de início de término do seu evento. Essa duração associada garante menos cliques no programa para agendar um evento, bem como orienta a sua rotina.

2) SÃO OS PERÍODOS QUE DETERMINAM QUANDO UM ASSUNTO É CONSIDERADO VISTO. Esse conceito é muito simples e importantíssimo dentro do programa. Para o MeuOrganizado um assunto é considerado visto quando umas seguintes hipóteses acontecer:

a) os períodos de determinado assunto foram zerados.

Vídeo 5 - Zerando os períodos de estudo para marcar assuntos como vistos.

b) todos os períodos de um determinado assunto estão com a situação estudei e não há previsão de agendamento daquele assunto novamente (Ex. O assunto possui dois períodos e os dois estão com a situação estudei); ou

Vídeo 6 - Convertendo o período agendado em estudado para marcar assuntos como vistos.

Legal MeuOrganizado, eu entendi a lógica, mas, por curiosidade, por que vocês não fizeram o modelo clássico, de ir até o assunto e marcá-lo como visto?

Por vários motivos. Primeiro pela força motivadora de, toda hora, a pergunta "você concluiu o assunto?" lhe ser questionada (isso minora as chances de protelação). Segundo porque é uma questão de gestão de processo, lembra que não queríamos navegação desnecessária pelo app, ou seja, você terminou de estudar já vem a pergunta para você responder. Por fim, porque não fizemos a toa, nos inspiramos novamente em teoria administrativa de produtividade, nesse caso vamos apresentar mais uma que é o método Kanban.

Kanban significa cartão ou sinalização, ele é representado normalmente por um quadro com cartões passando de uma lista para outra. Existem muitos modelos de kanban, uns com vários quadros, mas os quadros mais comuns e conhecidos são o to do (a fazer) doing (fazendo) e done (feito).

O que torna o kanban tão incrível é a facilidade de utilizá-lo e de compreender o processo como um todo, no dia a dia é muito provável que você faça isso de forma natural e por isso quisemos trazê-lo ao MeuOrganizado porque queríamos algo simples e nada é mais simples do que isso.

Assim, conforme você avança no edital os períodos vão fazendo esse kanban, eles saem da situação não agendado para agendado e, por fim, para estudado. Caso o assunto não tenha sido concluído em um único evento mais um período é adicionado a ele para que ele faça novamente o processo do kanban até que você não tenha mais um a fazer (ou a agendar).

5.2. Estrutura dos Hábitos de Estudo – Os verbos de ação.


Como vocês perceberam – ou perceberão ao usar o app – o MeuOrganizado possui um campo chamado de HÁBITOS. São 07 no total, nem todos aplicáveis a todos os cargos e provas. Eles são os famosos "fazer questões", "revisar", "ler a lei seca", "simular a prova", "ler informativos", "ler súmulas" e "treinar discursiva".

Para que eles servem? Servem, basicamente, para permitir que vocês avancem com qualidade no edital e façam uma boa preparação para a sua prova. Os hábitos foram destacados no programa justamente para ressaltar a importância de fazê-los (ou seja de não adotar uma postura que priorize somente o avanço no edital). Eles são classificados em 3 espécies a saber:

1) Hábitos de retomada: objetivam retomar aquilo que já foi estudado e manter o conhecimento sobre os assuntos que já foram estudados/vistos. São hábitos de retomada: revisar, resolver questões e ler a lei seca;

2) Hábitos de simulação: objetivam preparar o candidato para a prova. São hábitos de simulação: simular a prova e treinar discursiva;

3) Hábitos jurídicos: objetivam incentivar a leitura de enunciados imprescindíveis para concursos jurídicos. São hábitos jurídicos: ler súmulas e ler informativos.

A lógica é de preponderância e não de exclusividade pois certamente quando você faz questões isso prepara você para a prova, assim como quando você faz um simulado você retoma aquilo que já foi estudado, entre outros exemplos.

As diferenças dos hábitos para o conteúdo programático são as seguintes:

a) Os hábitos não possuem assuntos, mas “verbos de ação” que te convocam a fazer algo (ex. Fazer questões);

b) Os hábitos não possuem períodos, já que não há motivos para controlar a quantidade de eventos para eles, pois quanto mais você conseguir fazê-los, melhor;

c) os hábitos têm a função repetir no programa.

Veja abaixo um exemplo de como usar o hábito de estudo "Questões" no programa com a função "Repetir" e, posteriormente, referenciar os assuntos que serão feitas as questões, bem como registrar e analisar o desempenho:

Vídeo 7 - Utilizando o hábito de estudo "Questões" com a função "Repetir".

No vídeo acima utilizamos as funções do menu suspenso do hábito, mas é importante que você saiba o seguinte, todas elas são absolutamente opcionais. Conforme já ressaltado, os hábitos de estudo possuem “verbos de ação”, sendo que todos possuem um menu suspenso com funções compatíveis com o hábito, entretanto, se você não utilizar as funções do menu suspenso será feito o registro do tempo dedicado ao hábito normalmente.

5.2.1 Revisão.

Revisão, certamente, entre todos os hábitos, é o mais difícil de pôr em prática e envolve duas questões: 1) O que revisar? e 2) Quando revisar?.

O que revisar?

Bom, vamos supor que você leu um capítulo de um livro que tem 50 páginas e você deseja revisar aquele capítulo. Caso você não tenha produzido nenhum material durante a sua leitura (eleição do conteúdo a ser revisto) será bastante difícil revisar pois reler as 50 páginas se assemelharia mais a estudar de novo do que revisar e a revisão deixaria de ser célere.

Então, durante o estudo do conteúdo programático, é necessário a produção de um material para que você possa revisar, em síntese, será necessário a eleição do conteúdo a ser revisto por meio de grifos, anotações ou ainda a conversão do conteúdo em questões. Cada um tem vantagens e desvantagens e caberá a você e verificar se a sua revisão tem funcionado ou não, e em caso negativo testar outro método.

Quando revisar?

Essa é uma questão difícil já que não existe um indicador de desempenho que te ajude a tomar essa decisão. Em síntese, não existe uma algo que te avise: – Ei você esqueceu a matéria e que é hora de revisar!!

Assim surgem algumas propostas que tentam responder essa questão, as quais podem ser divididas em: a) Revisão voluntária; e b) Revisão Provocada. Vamos falar primeiro da revisão voluntária.

Um método que tenta responder essa questão e tem uma boa aceitabilidade é o chamado Sistema de Repetição Espaçada (SRS) com base na Curva do Esquecimento.

Ele consiste basicamente em estabelecer uma frequência de repetição cada vez que um assunto é estudado ou visto. As frequências variam muito de uma proposta para outra, mas a ideia é que, uma vez estabelecida a frequência (24 horas – 7dias – 30 dias por exemplo), você a siga para fazer suas revisões usando o material que você produziu para revisar. Vamos demonstrar no app um exemplo que vai ficar claro de entender como funciona essa proposta:

Vídeo 8 - Como utilizar revisão com frequência (Curva de Esquecimento).

No exemplo do vídeo acima, após o estudo do assunto LINDB, foram deflagradas três revisões na frequência 24h – 7 dias – 30 dias. Cumpre destacar que quem adota esse método está acostumado a revisar todos os dias, então vamos mostrar como fazer isso no programa de outra forma.

Primeiro vamos agendar uma série de eventos “revisar”, usando a função repetir (por 30 dias – limite do programa – por duas vezes), e depois vamos referenciar na frequência acima.

Vídeo 9 - Como utilizar revisão com função repetir e frequência (Curva de Esquecimento).

No exemplo do vídeo, conforme o usuário vai estudando, ao término do estudo ele deflagra o sistema de repetição nos eventos agendados (veja como a situação do evento é importante e permite fazer isso). Por fim é importante salientar que, para quem adota esse sistema, as revisões naturalmente se acumulam e o programa está preparado para isso.

5.2.2 Questões.

Resolver questões é um dos mais importante hábitos, senão o mais importante, e felizmente ele é bastante fácil de pôr em prática.

Questões é uma atividade que deve ser rotineiramente adotada nos seus estudos e que possui excelentes métricas e indicadores para tomada de decisões que é a quantidade de questões feitas e o desempenho nelas, inclusive podendo ser aplicado filtros por datas específicas.

O nosso programa não tem um banco de questões porque não é o nosso foco, cada organização tem sua core competence, mas é possível fazer o registro do seu desempenho no app tranquilamente. Veja no exemplo abaixo:

Vídeo 10 - Como utilizar as funcionalidades do hábito "Questões" no MeuOrganizado.

5.2.3 Legislação Pertinente

Nosso terceiro hábito de retomada é ler a lei seca. Primeiramente é importante destacar que ele tem uma característica dúplice. Como assim? A legislação pertinente pode ser tanto fonte de estudo quanto um hábito de estudo.

Você pode iniciar um tópico novo e decidir que estudará ele somente pela lei seca. A legislação pertinente nesse caso é fonte de estudo. Ou você pode estudar um tópico por um livro, videoaula, PDF, etc., e posteriormente ler a lei seca do tópico já estudado. Nesse caso, a legislação é um hábito de estudo.

Vídeo 11 - Cadastrando Legislação Pertinente.

No exemplo do vídeo, caso o estudante tivesse estudado o assunto improbidade administrativa somente pela lei seca ela seria fonte de estudo, cujo estudo é feito junto com o assunto (usando os períodos). Entretanto, caso o estudo de improbidade tivesse sido feito por um livro, pdf, etc., ainda haveria a necessidade de fazer a leitura de lei seca, por isso o hábito cuja fonte de estudo cadastrada é pesquisável.

Aliás, sempre que você termina os seus estudos você tem um conhecimento muito bom de qual a legislação pertinente e súmulas aplicáveis ao assunto lido. Caso queira, você poderá inserir mais informações junto com a legislação pertinente (como súmulas aplicáveis) para aproveitar a retomada dessas informações quando for ler a legislação pertinente. Veja:

Vídeo 12 - Editando Legislação Pertinente para inserir mais informações.

5.2.4 Simulados.

Conforme você avança no edital – ou se está em reta final –, simular a prova também passa a ser um importante hábito. Geralmente ele é utilizado como um comportamento de reta final (fase pré ou pós edital) ou quando você já está bem avançado no conteúdo, mas também pode ser usado a qualquer momento, inclusive para diagnosticar quais matérias é necessário focar.

Você não deve ter medo de simular a prova por receio de não se sair bem, é justamente essa atividade que vai te mostrar seus pontos fracos e fortes, qual matéria você está melhor e qual está pior e permitir que você adote posturas corretivas nos estudos. Veja abaixo como registrar o desempenho em simulado no app.

Vídeo 13 - Registrando o desempenho em Simulado no MeuOrganizado.

Você também pode fazer a marcação pelo sistema que a cada uma errada anula-se uma certa (-1), a cada duas erradas anula-se uma certa (-0,5) ou a cada quatro erradas anula-se uma certa (-0,25). Veja:

Vídeo 14 - Registrando o desempenho em Simulado com desconto no MeuOrganizado.

Aqui, somente vamos fazer uma advertência, o programa trabalho com essa lógica demonstrada. Uma lógica única. Algumas provas você tem que fazer o mínimo por grupo, os descontos de um grupo não passam para outro, etc. Então utilize o campo anotações para registrar essas especificidades se a sua prova tiver. Veja o exemplo:

Vídeo 15 - Registrando o desempenho de Simulado e descrevendo as especificidades do cargo.

5.2.5 Discursivas.

Treinar discursiva também é um importante hábito e ele é bastante peculiar em nosso programa. Nós temos Discursiva (disciplina) e Discursiva (hábito). Seja em nossos editais ou no que você monta eles sempre vêm junto.

Por que isso? Basicamente porque o estudo da discursiva é feito dessa forma. Você, primeiro, estuda uma parte teórica para saber como elaborar o texto dissertativo, quais erros evitar, o que esperar do espelho da banca e, após ter uma base sólida dessa parte teórica, você parte para treinar discursiva.

Esse estudo teórico é fundamental para que você não cometa erros que poderiam ser evitados e geralmente ele é curto. No programa a Discursiva (disciplina) sempre virá com o seguinte assunto para você lembrar de fazer esse estudo teórico: Estrutura formal e conceitual do texto dissertativo. Aspectos gramaticais pertinentes. Características das questões discursivas.

Vídeo 16 - Apresentando Discursiva – Disciplina.

Em seguida você tem Discursiva (hábito) com o verbo de ação “treinar discursiva”. Para o treino a estrutura no programa é a seguinte: a) você registra possíveis temas de discursiva na disciplina discursiva (sem referenciar a assunto); b) você pesquisa o tema cadastrado no hábito treinar discursiva (veja o exemplo):

Vídeo 17 - Apresentando Discursiva – Hábito de Estudo.

O "treinar discursiva" pode envolver tanto a produção do texto dissertativo quanto apenas o estudo do que esperar daquele tema cadastrado já que nem sempre é possível fazer uma redação para cada possível tema.

5.2.6 Informativos.

Informativos e súmulas classificamos como hábitos jurídicos pois quando você se prepara para provas de cargos privativos de bacharéis em direito isso exige que você esteja em dia com a jurisprudência, a qual tem uma boa incidência nas provas.

Isso não quer dizer que em outros cargos, de nível médio p.ex., não caia jurisprudência, mas geralmente são julgados mais consolidados estudados junto com o próprio material utilizado pelo estudante.

Concursos de cargos privativos de bacharéis em direito exigem um estudo separado dos informativos de modo que eles foram destacados para serem um hábito. Geralmente as pessoas optam por estudar os informativos ou na ordem que são divulgados pelos Tribunais ou por assuntos.

Por assuntos geralmente é feito logo após você estudar o tópico. Já na ordem você dedica um tempo para fazer essa atividade e não tem como prever sobre quais assuntos os julgados versarão. O menu suspenso do programa abrange o estudo dos informativos na ordem, já que ficaria inviável individualizar cada julgado, veja como registrar no programa:

Vídeo 18 - Registrando a leitura de Informativos no MeuOrganizado.

5.2.7 Súmulas.

Conforme ressaltado a leitura de súmulas também é um hábito jurídico em virtude da alta incidência em provas para cargos privativos de bacharéis em direito, de modo que é necessário dedicar um tempo dos seus estudos para ler os enunciados, ainda que durante os seus estudos regulares você já tenha contato com eles no seu material.

Veja como registrá-las no programa::

Vídeo 19 - Registrando a leitura de Súmulas no MeuOrganizado.

6. Os 4 menus do programa.


Conforme ressaltado no início desse tutorial os menus do app foram criados para formarem o chamado CICLO PDCA – Plan Do Check Act. Vamos conhecê-los então.

6.1 Gerenciador.

Gerenciar significa dirigir, administrar, gerir. O gerenciador te mostrará todas as disciplinas por grupo. Caso você monte o seu próprio edital, no canto superior direito, aparecerá a opção “Gerenciar Disciplinas”. Nela você poderá incluir mais disciplinas e mais hábitos de estudos. Veja o vídeo:

Vídeo 20 - Conhecendo o Gerenciador.

No canto superior direito consta o ícone configurações, nele você poderá:

a) Alterar a cor da disciplina (como todas decorrem do mesmo banco de dados não é incomum que elas venham igual na primeira montagem – nossa ou sua – então podem trocar livremente depois);

b) Alterar a duração do período para aquela disciplina.

Vídeo 21 - Alterando a cor de uma disciplina e a duração do período.

Falando sobre períodos, no painel “Meu Planejamento”, você terá acesso à quantidade de períodos que essa disciplina possui, qual a situação de cada período, bem como qual a carga horária estimada (períodos não agendados e períodos agendados) e a carga horária real do plano (períodos estudados). A carga horária estimada é formada pela:

1) Quantidade de períodos x Duração de cada período (não agendados);

2) Quantidade de períodos x Duração do evento (agendados).

Vídeo 22 - Mostrando a relação entre os períodos e a carga horária.

Consta no gerenciador também a informação quanto ao próximo evento da disciplina (próximo período de estudo) e o histórico da disciplina (histórico de estudo).

Vídeo 23 - Próximo período e histórico da disciplina.

O painel fontes de estudo, por sua vez, permite que você registre seu material de estudo, sendo que você pode salvar sem vincular a nenhum assunto (nesse caso o registro ficará visível somente no gerenciador) ou você pode salvar e vincular ao assunto (nesse caso o registro além de ficar visível no gerenciador aparecerá na caixa de evento). Caso você registre uma fonte de estudo do tipo legislação ela passa a ser pesquisável no hábito “ler a lei seca”.

Vídeo 24 - Registrando fonte de estudo.

Também temos o painel “Assuntos dessa disciplina”. Ele permite que você faça uma rápida pesquisa por um assunto, filtre entre assuntos vistos e não vistos, bem como, permite você gerenciar os assuntos. Veja o vídeo abaixo:

Vídeo 25 - Filtrando assuntos visto e não visto. Gerenciando assuntos.

Por fim, ao clicar no assunto, você terá várias informações sobre eles, como a quantidade de períodos para o assunto, o histórico de eventos de estudo, o histórico de revisão (se você usar a função no menu suspenso do hábito revisão), as fontes de estudo e legislação pertinente (se aplicável), bem como o desempenho vitalício em questões (se você usar a função no menu suspenso do hábito questões). Veja:

Vídeo 26 - Navegando por um assunto.

6.1.1 Controle de revisões.

No dia 30.01.2019 lançamos a atualização mais pedida desde o lançamento do app web MeuOrganizado: a possibilidade de estabelecer uma frequência de revisões e, com base nela, o programa alertar qual assunto deve ser revisto.

Para lançá-la, antes de mais nada, fizemos uma série de artigos em nosso blog sobre o tema revisão, pois temos certeza que, entre todos os hábitos, esse é o que causa mais dúvidas nos estudantes e a nossa responsabilidade não é somente com a ferramenta, mas também explicar tudo sobre preparação para concursos. Clique aqui para conferir os artigos sobre revisão.

Muito bem, a função “frequência de revisões” é absolutamente opcional no programa e precisa ser ativada pelo usuário. Então vamos mostrar como funciona e explicar as regras.

Para ativá-la você deve:

1) ir até o Gerenciador;

2) clicar no hábito Revisão;

3) cadastrar a frequência desejada. (Podem ser cadastradas várias, desde que respeitado o limite de 12 caracteres para cada frequência)

Para demonstrar como funciona, nós vamos cadastrar uma frequência normal (1-7-15-30-90) e outras aleatórias. Veja o vídeo:

Vídeo 27 - Ativando o controle de revisões.

Muito bem, como você viu foram cadastradas diversas frequências e uma delas foi escolhida como padrão. Ainda não há nenhuma sugestão no vídeo acima pois não há eventos no calendário. Vamos agendar alguns eventos, para poder demostrar uma função muito importante no programa que é a possibilidade de:

a) Trocar de frequência por disciplina e assuntos;

b) Desabilitar a frequência de revisões por disciplinas e assuntos (marcando como “já conclui todas as revisões” ou como “não vou revisar esse assunto”).

Vídeo 28 - Revisão: Sugestões com base na frequência somente para assuntos vistos.

Conforme perceberam, a frequência padrão, uma vez ativada, é aplicada a todas as disciplinas e você poderá alterar a frequência por disciplina e até mesmo por assunto, bem como desativar as sugestões por disciplina e assunto também.

Isso é muito importante porque há disciplinas que talvez você não queira adotar esse método de revisão ou até mesmo uma disciplina você deseja uma frequência mais espaçada e outra menos espaçada, com mais ou menos repetições, então existe essa possibilidade no programa.

Agora vamos entender como funcionam as sugestões no programa. Muito bem, nós identificamos que um dos grandes problemas desse sistema de frequência de revisões é o acúmulo e também percebemos que esse acúmulo muitas vezes ocorre porque nem todas as propostas levam o conceito de “evento” em consideração. Como assim?

Vamos supor que você leve segunda, quarta e sexta para ver “atos administrativos”, ou seja três períodos/eventos/sessões de estudo, e que sua frequência tenha cinco repetições (1-7-15-30-90), se a cada período/evento/sessão de estudo for deflagrada uma repetição, em vez de 05 repetições por assunto (05 revisões) você terá 15 repetições, o que certamente será inviável (05 repetições já é uma frequência alta).

Então aqui fica uma informação importante:

A sugestão de revisão somente será ativada se o assunto for considerado visto.

Relembrando que um assunto visto para o programa é:

a) Um assunto cujos períodos estejam todos com a situação estudei – Caso esteja em dúvida sobre esse conceito ver: https://bit.ly/2Td30JM

b) Um assunto cujos períodos foram zerados – Caso esteja em dúvida sobre esse conceito ver: https://bit.ly/2COgMeS

Então no exemplo hipotético acima a sugestão de revisão somente começaria a contar do último período, ou seja, quando o assunto fosse considerado visto.

Puxa, mas e a revisão de 24 horas? Bom caso o usuário opte por fazê-la essa é uma revisão de fácil controle (basta ver os eventos de estudo do dia anterior), então a marcação manual resolve facilmente essa questão e não interfere em nada na sugestão de revisão do programa que somente começa a contar a partir do momento em que o assunto foi visto.

Ah... mas e se eu quiser deflagrar uma sequência de repetição para cada evento de estudo? Nesses casos é imprescindível fragmenta o próprio assunto. Não há nenhum impedimento no programa em fragmentar o assunto em partes e toda vez que terminar uma parte marcar como visto, mas lembre-se, mesmo revisando somente a parte vista isso pode gerar acúmulo de revisões.

Retomando a lógica do programa, somente assuntos vistos terão sugestão de revisão. Quanto ao assunto visto decorrente de conversão de período agendado em estudei a sugestão começará da data em que efetivamente o assunto foi concluído.

em relação aos assuntos com períodos zerados por não sabermos quando efetivamente você concluiu o assunto tivemos que estabelecer uma presunção. Toda vez que você zerar o período de uma disciplina ele será considerado visto na data do seu primeiro evento de estudo com a situação “estudei”, ou seja, se você começou a estudar dia 15/01/2019, p.ex., assuntos com períodos zerados serão considerados vistos nessa data.

Mas isso não pode gerar uma grande quantidade de assuntos com revisões atrasada? Com certeza, já que pode ser que você zere o período de muitos assuntos ao começar a estudar (uns 40 p.ex), entretanto o programa está preparado para isso, pois:

a) ele permite facilmente marcar assuntos como “já conclui todas as revisões” ou como “não vou revisar esse assunto”, conforme já demonstrado em vídeo;

b) a partir do momento em que você faz a primeira revisão a próxima repetição é contada da última revisão (e não de quando o assunto foi considerado visto), colocando, dessa forma, automaticamente as revisões em dia.

Essas duas características minimizam o acúmulo de revisões eventualmente ocasionado por períodos zerados (ou seja, quando você começa a usar o programa com o estudo já em andamento)

Nesse momento, aliás, é importante explicar essa regra, vamos supor que sua frequência seja 1-7-30, entretanto, você faz a primeira revisão somente 8 dias após o assunto ser considerado visto (7 dias de atraso), do ponto de vista do programa não tem problema pois a segunda revisão é sempre dependente da primeira, ou seja, você não terá duas revisões atrasadas nessa hipótese (a de 1 e 7), mas só a primeira e, a partir do momento que você a fez, a segunda será sugerida 7 dias após essa primeira revisão, ou seja:

A primeira revisão é contada partir do assunto visto, entretanto, as próximas são contadas a partir da última revisão

Ainda é importante salientar que a última frequência ficará repetindo até você desativar as revisões para aquele assunto, por exemplo, se estabeleceu a frequência 1-7-30-45, ficará 1-7-30-45-45-45-45-45-45 até você falar “já conclui as revisões desse assunto”.

Bom, você já entendeu como cadastrar as frequências, como estabelecer frequências específicas por disciplina e assuntos, como desativar as sugestões bem como que ela somente é deflagrada para assuntos vistos e quais as regras específicas, agora basta saber como é a representação dessas sugestões no programa.

Muito bem, as sugestões de revisão são apresentadas em dois lugares:

1) No Gerenciador;

2) No Dashboard.

No gerenciador são apresentadas as revisões:

1) De hoje;

2) Futuras;

3) Pretéritas (feitas ou atrasadas)

e há botões de ação para facilitar sua experiência no app como o "Revisar agora" que faz o agendamento automático.

Já o Dashboard somente possui as revisões do dia, ou seja, ele não possui as atrasadas e nem as futuras. Por que isso? Porque igual falamos e trabalhamos no blog esse sistema tem um potencial muito grande de aumentar o seu desempenho nos estudos pelas revisões mas também pode gerar acúmulos, então não achamos necessário que as atrasadas ficassem no dashboard, assim, se houver revisões atrasadas, elas serão representadas no gerenciador e, em um final de semana, você pode separar um tempo razoável para colocá-las em dia. Veja uma navegação nesses menus:

Vídeo 29 - Revisão: Mostrando gerenciador e dashboard.

Então é isso, essa estrutura foi muito bem pensada e elaborada cuidadosamente para franquear a melhor experiência aos nossos usuários. Esperamos que, para aqueles que gostam desse sistema, que ela seja muito útil. Para aqueles que não gostam ou que adotam sistemas diferentes (como flashcards) o programa continua normal, lembre-se essas é uma função opcional. Sugerimos novamente ler as postagens do blog para conhecer o tema revisão.

Acreditamos que as regras ficaram claras, mas sabemos que são muitas informações. Na prática é bastante natural esse uso no programa. Abaixo transcrevemos um resumo de tudo o que foi falado com as regras da revisão:

1º regra: A sugestão somente começará a aparecer após o assunto ser considerado visto, ou seja, não haverá sugestão por período/evento/sessão de estudo na hipótese de o assunto ainda não ter sido concluído pois isso gera acúmulos;

2º regra: Assuntos com períodos zerados serão considerados vistos desde a data em que você iniciou os estudos;

3º regra: A primeira revisão é contada partir do assunto visto, entretanto, as próximas são contadas a partir da última revisão;

4º regra: O programa aceita no máximo 12 caracteres para definir a frequência;

5ª regra: A última frequência ficará repetindo até você desativar as revisões para aquele assunto

6.2 Calendário.

Vamos apresentar agora o nosso calendário. Ele possui três formas de visualização: a visão mês, a visão semana e a visão dia.

Caso você agende um evento na visão mês ele pegará o horário do seu computador e a duração do período para determinar o início e término do evento, aliás não é preciso nem arrastar, basta dar clicar no assunto desejado que ele já fara isso.

Na visão semana e na visão dia, por sua vez, é possível alocar o evento no horário desejado. Também é possível clicar diretamente no dia desejado e, na caixa de antecede a marcação do evento, preencher os dados.

Os eventos de estudo no calendário, sejam conteúdo programático ou hábitos, sempre terão uma das seguintes situações:

a) Agendado (cor azul, ocorre quando você não alterou a situação para estudei e também não está atrasado);

b) Não estudei (cor vermelha, ocorre quando você não alterou a situação para estudei e já deveria ter feito isso);

c) Estudei (cor verde, ocorre quando você alterou a situação do evento de agendado para estudei).

Essas alterações podem ser feitas manualmente no calendário ou no Meu Estudo Diário ao término do tempo dedicado.

Vídeo 30 - Mostrando a situação do evento.

A situação do evento no calendário foi idealizada para permitir que você agende e reprograme seus estudos de forma fácil. Outrossim, sua carga horária real somente será formada com os eventos do tipo estudei. É importante salientar, também, que eventos do tipo estudei não podem ser editados ou arrastados, você teria que voltar a situação agendado para fazer isso.


Na visão semana e na visão dia, por sua vez, é possível alocar o evento no horário desejado. Também é possível clicar diretamente no dia desejado e, na caixa de antecede a marcação do evento, preencher os dados.

O calendário também possui um ícone de mágica no canto inferior direito. Ele serve para você alterar as cores dos eventos entre a situação do evento ou a cor da disciplina ou do hábito.

Vídeo 31 - Alterando as cores do evento entre situação e cor da disciplina ou hábito.

Também é possível agendar datas de provas no calendário. Veja como:

Vídeo 32 - Marcando as datas de prova.

Por fim, é possível fazer algumas ações em lotes em relação aos eventos do calendário. Veja como:

Vídeo 33 - Ações em lotes com vários eventos no Calendário.

6.3 Meu Estudo Diário.

O Meu Estudo diário (MED) é onde você registra o tempo dedicado aos estudos. Os eventos do dia com a situação agendado permitem que você ligue o cronômetro. Todas as funções da caixa de evento (adicionar anotações, fontes de estudo, legislação pertinente, etc.) ficam habilitadas no MED.

Vídeo 34 - Meu Estudo Diário (MED).

O cronômetro sempre editará o horário de início e término do seu evento, p.ex., se você tinha agendado um evento para 07 horas e começou as 07:30 ele será editado para demonstrar exatamente a hora que você começou.

Vídeo 35 - Demonstrando como o MED edita o evento.

É importante ressaltar que você não precisa agendar um evento primeiro no calendário para depois ir ao MED para ligar o cronômetro. Você pode agendar um evento diretamente no MED usando o edital de apoio.

Caso você esqueça o cronômetro ligado de um dia para o outro, p.ex., você poderá editá-lo para indicar um tempo aproximado de estudos:

Vídeo 36 - Como agir se esquecer o cronometro ligado ou precisar editar o tempo dedicado.

Por fim, você poderá adotar tanto a marcação do tempo corrida como a líquida. Isso fica a seu critério. É importante salientar também que, sempre que você ligar o cronômetro, a navegação no app travará.

Para destravar você deverá zerar o cronômetro ou salvar o tempo dedicado ao estudo.

Vídeo 37 - Mostrando como destravar a tela concluindo o estudo ou zerando o cronômetro.

6.4 Dashboard.

Você já viu o Planejar (Gerenciador e Calendário) e o Fazer (Meu Estudo Diário), chegou a hora de conhecer o checar para poder agir. Então vamos ao conceito.

Dashboards são painéis que mostram, de forma visual, métricas e indicadores de desempenho importantes para alcançar objetivos e metas traçadas, facilitando a compreensão das informações geradas e auxiliando na tomada de decisões.

O nosso foi feito voltado aos estudos e de acordo com a linguagem que usamos no programa. Aqui você terá acesso aos dados mais importantes de sua preparação como:

a) lista de compromissos do dia;
b) estudado nos últimos sete dias, mês, ano, etc;
c) tempo dedicado por disciplina;
d) tempo dedicado aos hábitos de estudo;
e) comparação entre o tempo dedicado aos hábitos em relação ao tempo dedicado ao conteúdo programático; etc.

Vamos conhecer todos.

6.4.1 Painel Visão Geral.

Esse é o painel que aparece em destaque no Dashboard. Ele contém informações somente do conteúdo programático. Nele você saberá quantos assuntos têm no seu edital, quanto são considerados vistos. Quantos períodos e qual a situação de cada período. Vamos ver na prática:

Vídeo 38 - Painel Visão Geral.

6.4.2 Painel Agendado e Estudado para hoje e eventos atrasados.

Este painel mostra quais são os seus compromissos do dia e se você já os cumpriu. Em caso positivo uma mensagem de parabéns será mostrada.

O painel Atrasados, por sua vez, mostra se existe algum evento pretérito que você ainda não alterou de agendado para estudei.

Vídeo 39 - Painel agendado e estudado do dia e eventos atrasados.

6.4.3 Painel Tempo Dedicado.

Como você sabe os eventos do seu calendário podem ter uma das seguintes situações: Agendado; Não estudei ou Estudei. A carga horária dos eventos com a situação Estudei entram nesse painel, sendo que você pode aplicar vários filtros para verificar sua carga horária, bem como ver em detalhes seu desempenho por assunto. Veja na prática:

Vídeo 40 - Painel Tempo Dedicado.

Ademais, é exatamente nesse painel que você verá como está distribuindo o seu tempo livre, ou seja, entre o estudo focado no conteúdo programático (para avançar no edital) e aquele voltado aos hábitos de estudo.

6.4.4 Painel Disciplinas com mais períodos estudados.

Como vocês já puderam perceber nos preocupamos muito com o de controle de eventos em nosso programa, tudo com vistas a auxiliar os usuários a avançarem no edital (sem se descuidar dos hábitos de estudo), sendo que são justamente os períodos que auxiliam nesse controle, bem como garantem a flexibilidade necessária no planejamento.

Assim, aqui nesse painel você verá quantos períodos existem por disciplina e por assunto, bem como a situação de cada período. Veja no vídeo:

Vídeo 41 - Painel Disciplinas com mais períodos estudados.

6.4.5 Painel Disciplinas com mais assuntos vistos.

Nós já explicamos mas vamos retomar o conceito. Para o MeuOrganizado um assunto é considerado visto quando umas seguintes hipóteses acontecer:

1) todos os períodos de um determinado assunto estão com a situação estudei e não há previsão de agendamento daquele assunto novamente (Ex. O assunto possui dois períodos e os dois estão com a situação estudei);

2) os períodos de determinado assunto foram zerados.

Aqui nesse painel você verá terá esse controle de acordo com a lógica descrita acima. Veja o vídeo:

Vídeo 42 - Painel Disciplinas com mais assuntos vistos.

6.4.6 Painel Meu Desempenho (Questões e Simulados).

Conforme já ressaltamos os hábitos de estudo possuem verbos de ação e caso o usuário deseje fazer somente o controle do tempo dedicado ao hábito específico não precisa usar o menu suspenso. Caso use, para os hábitos questões e simulados há um painel específico para eles no Dashboard.

O desempenho em questões, além de ser demonstrado toda vez que você abre um assunto no gerenciador, pode ser visualizado no Dashboard, sendo que você pode aplicar filtros para ver o seu desempenho em uma época específica, bem como se faz tempo que você não faz questões de determinado assunto. Veja o vídeo:

Vídeo 43 - Painel Meu Desempenho (Questões).

O desempenho em simulados por sua vez é mostrado em forma de gráfico de linha. Apenas retomando a observação de que você deve se atentar a especificidade do seu concurso. O gráfico foi montado para atender quase todos os concursos, entretanto há concursos em que os erros de um grupo não passam para outro ou que existe nota mínima por grupo, então usem as anotações da caixa de evento para essas especificidades. Veja o gráfico:

Vídeo 44 - Painel Meu Desempenho (Simulados).

7. O edital de apoio (barra lateral).

Lembra quando falamos que nos preocupamos muito com gestão de processos e que o MeuOrganizado foi idealizado para ser uma single-page application (SPA) ou aplicativo de página única, que em uma única tela você terá acesso a todas as ferramentas disponíveis no programa sem navegações desnecessárias pelo software o que te dará uma visão do todo em relação ao seu planejamento.

Pois então, é justamente o Edital de Apoio, na barra lateral, que garante isso no programa. O edital de apoio serve justamente para você ter acesso as disciplinas e assuntos de seu edital e agendar facilmente os eventos.

Não importa em qual aba você esteja você sempre poderá ter acesso ao edital de apoio. Mesmo que você esteja no Meu Estudo Diário sem nenhum evento agendado para o dia basta acessar o edital de apoio e com dois cliques você deixa pronto um agendamento para clicar o cronômetro. Veja:

Vídeo 45 - Usando o Edital de Apoio, na barra lateral do Meu Organizado.

Uma função muito importante do edital de apoio é que conforme os assuntos vão sendo vistos eles esbranquiçam na barra lateral esquerda para permitir que você visualize facilmente a sua evolução

Vídeo 46 - O edital de apoio ajuda a identificar quais assuntos já foram vistos.

É importante salientar que ainda que o assunto esteja visto você pode normalmente agendar eventos para ele. Ele sairá da situação de assunto visto para assunto não visto e voltará novamente a situação de assunto visto tão logo todos os períodos dele estejam com a situação estudei. Por fim, o edital de apoio te mostra quantos períodos cada assunto possui ao pausar o mouse em cima do assunto (função não disponível para mobile).

8. Outras funções e configurações do programa.

Ao clicar no seu nome, canto superior direito, é aberto um menu, com as seguintes opções:

1) Meu Perfil: você pode completar suas informações pessoais e adicionar uma foto de perfil que sempre aparecerá no canto superior direito;
2) Meu Editais: você pode consultar todos os editais vinculados a sua conta. É possível manter até três editais simultaneamente (3 da loja de editais organizado, 3 montados por você, ou misto). Você pode marcar qualquer um desses editais como favorito. Se fizer isso, quando você acessar o MeuOrganizado, o programa sempre buscará o edital favorito. Caso você não marque nenhum como favorito o programa sempre abrirá no primeiro edital da sua conta.
3) Minha Assinatura: contém as informações sobre os pagamentos efetuados pela assinatura do Meu Organizado.
4) Assine agora: preços e planos do Meu Organizado.
5) Fazer o tour: você poderá fazer o tour novamente, inclusive de alguma parte específica (não é preciso fazer desde o início).
6) Perguntas Frequentes: acesso às dúvidas mais comuns de nossos usuários
7) Conheça a nossa proposta: acesso a este roteiro.
8) Configurações: você pode mudar a página principal do app (Dashboard, Calendário, Meu Estudo Diário ou Gerenciador). Pode definir o fuso horário. Pode mudar o primeiro dia da semana (prefere segunda-feira do que domingo? Muda aí), pode deixar o calendário mostrando os dias do mês corrente ou não corrente, agrupar os eventos no dia, mostrar número da semana, bem como definir se prefere, como padrão, que as cores do eventos sejam de acordo com a situação (status) ou de acordo com a cor da disciplina/hábito.

9. Conclusões e agradecimentos.

Queridos leitores, primeiramente, muitíssimo obrigado por lerem o presente tutorial, esperamos que tenham tirado o máximo proveito dele e que a nossa proposta tenha ficado bastante clara.

Tudo foi feito com muito carinho e cuidado pois sabemos o quanto o seu tempo é valioso, bem como que a preparação para um concurso público é um projeto de vida e levamos isso muito a sério.

Sabemos que muitas pessoas têm uma grande dificuldade para organizarem os estudos e não achamos isso natural. Ter dificuldade é normal, mas que essa dificuldade inviabilize a sua pretensão de ser aprovado não. É nesse contexto que o programa surgiu.

O nosso objetivo, ao idealizar o MeuOrganizado, foi criar uma ferramenta completíssima que auxiliasse na organização dos estudos. Toda a estrutura do app foi montada para incentivar os nossos usuários a avançarem no edital sem se esquecerem de realizar as atividades classificadas como hábitos de estudo no programa.

Por fim, é importante destacar que, embora toda a estrutura da ferramenta, ela foi feita para se adaptar-se a você não o contrário. Dentro dessa filosofia saiba o seguinte:

1) O MeuOrganizado tem muitas funções, mas todas são opcionais;
2) Você pode importar um edital da loja ou cadastrar o seu edital para começar a estudar, mas também pode, conforme estuda, ir cadastrando-o;
3) Você pode agendar os seus eventos da semana, mas também pode adotar uma postura mais executória de agendar o evento somente na hora que for estudar.

Essas questões é você quem decide!

Outrossim, o programa é GRATUITO PARA TESTAR, isto é, você não precisa assinar a ferramenta para conhecê-la. Você se cadastra, tem acesso a ela e todas as funções e, somente após conhecê-la, decide se opta ou não pelo licenciamento do software.

Essa característica é essencial pois sabemos o quanto é ruim adquirir algo que você não sabe se vai usar apenas por acreditar que aquilo tem o potencial de auxiliá-lo. Então aproveite esses dias para testar o MeuOrganizado e ver o seu potencial para, ao término do período de teste, fazer uma escolha consciente. O licenciamento é bastante acessível. A licença mais cara custa R$ 0,49 dia e a mais barata R$ 0,34 dia.

Embora o software em si seja bastante elaborado conseguimos manter uma licença com valor baixo e isso nos deixou muito animados pois era um dos objetivos da nossa organização.

Cumpre destacar, ainda, que a partir do momento que for usar regularmente o programa é importante adicioná-lo a sua barra de favoritos ou até mesmo definir o nosso endereço como sua página inicial pois ele se tornará o seu companheiro do dia a dia.

Por fim, queremos transmitir a seguinte mensagem:

Não existe organização perfeita. O perfeito está em organizar-se.

Então, por ora, bons estudos e façam bom proveito de nossa ferramenta!

Tenho mais dúvidas!

Entre em contato com a gente pelo e-mail:

Voltar ao topo